QUEM SOMOS

“Nosso Sinal” constitui um esforço conjunto entre o Centro Internacional de Desenvolvimento Sustentável (CIDES), a Fundação Imaginari e a CAF - Banco de Desenvolvimento para América Latina para criar um espaço onde convergem empresas, entidades públicas, organizações científicas e acadêmicas, e organismos não governamentais, que partilham seu interesse e disposição em reduzir seu sinal ambiental, diminuir seus custos de operação, elevar a qualidade de vida das pessoas e fazer um uso sustentável dos recursos naturais e ecossistemas dos quais dependem.

A Plataforma permite canalizar a crescente preocupação de empresas, organizações e cidadãos pela mudança climática global e a degradação do meio ambiente, e virá-la em ações concretas para reduzir e compensar o sinal ambiental. O propósito é somar esforços e recursos para desenvolver projetos com um alto impacto global (global+local) e regional, que para além de gerar benefícios ambientais, produzam também benefícios sociais e econômicos nas comunidades nas quais se realizarem; e que contribuam ao desenvolvimento sustentável de nossos países.

Estrutura Organizativa

A Plataforma está regida por uma Junta Diretiva integrada por personalidades destacadas em suas áreas de atuação, a qual tem sob sua responsabilidade assegurar o cumprimento dos objetivos mediante uma gestão efetiva e transparente.

Estrutura Funcional

A Plataforma está integrada por diferentes componentes interrelacionados, incluindo a Carteira de Empresas participantes, a Pasta de Projetos, as Ferramentas Tecnológicas e um Foro Público Privado.

Organismos Executores

Os organismos executores sustentam a base da plataforma mantendo e supervisando todos os processos que se derivarem dela.

Estrutura Funcional

Cartera de Empresas

Conformada por todas aquelas organizações que têm ratificado seu interesse por formar parte deste espaço para reduzir, mitigar e compensar seu sinal ambiental, com o propósito de contribuir ao desenvolvimento sustentável de nossos recursos e o Planeta, melhorando sua competitividade.

Pasta de Projetos

Conjunto de Projetos que têm sido aprovados pela Junta Diretiva para sua incorporação na Plataforma, dentro de 3 classificações diferentes:
Projetos de Mitigação e Captura de Carbono em execução.
Projetos de Desenvolvimento Sustentável em execução.
Perfis de Projetos.

Foro Público e Privado

Espaço vivo onde se discutem e intercambiam idéias, conhecimentos e projetos que aportam soluções para o uso sustentável dos recursos e ecossistemas, baseados na diminuição do sinal ambiental e de proveito para a otimização e ganhos.

Ferramentas

Suporte tecnológico que assiste no acompanhamento, controle e melhora dos processos que integram a Plataforma.

Organismos Executores

Centro Internacional de Desenvolvimento Sustentável (CIDES)

Organismo internacional criado para promover a gestão integrada do conhecimento para o desenvolvimento sustentável. Foi constituído o 11 de abril de 2005 a partir de uma iniciativa da Fundação Cidade do Saber apresentada pelo Governo de Panamá face a Cimeira Mundial para o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2002 em Johanesburgo, República de Suláfrica. A Direção Executiva do CIDES tem sua sede na Cidade do Saber, República de Panamá. O CIDES opera a través de uma aliança estratégica de caráter internacional conformada por

organizações acadêmicas, científicas, governamentais, não governamentais, empresariais e organismos internacionais que trabalham consertadamente a través de toda a cadeia de produção, disseminação e utilização do conhecimento, de maneira que sirva de referência para os tiram decisões para o desenho e implementação de programas e projetos sustentáveis. Conta com amplo reconhecimento em projetos de assistência técnica e de investigação; capacidade de gestão e supervisionamento metodológico.

Fundação Imaginari

Organização sem fins de lucro com sede na Cidade de Panamá, integrada por profissionais de larga experiência e de diversas disciplinas que incluem as humanidades, a tecnologia, áreas comerciais e a economia. Contamos, aliás, com profissionais ambientais que têm desenvolvido experiência comercial em suas próprias empresas, o qual lhes permite una melhor compreensão das necessidades das empresas e de suas dificuldades para compreender e assimilar como a sustentabilidade pode melhorar seus negócios, e facilitar a transmissão da mensagem.

Em base a esta experiência acumulada, a Fundação pode servir de “interfase” entre as propostas técnicas e as empresas, que descobrem ou se interessam em modelos de sustentabilidade ambiental, facilitando sua compreensão e assimilação. Também pode servir de “catalisador” para acelerar os processos de mitigação e compensação do sinal ambiental, contribuindo à transformação produtiva sustentável.

CAF – Banco de Desenvolvimento para América Latina

Banco de desenvolvimento constituído em 1970 e conformado por 19 países - 17 de América Latina e o Caribe, Espanha e Portugal- e 13 bancos privados da região. Promove um modelo de desenvolvimento sustentável, mediante operações de crédito, recursos não reembolsáveis e apoio na estruturação técnica e financeira de projetos dos setores público y privado de América Latina. CAF é uma das principais fontes de financiamento multilateral e um importante gerador de conhecimento para a região. CAF considera ao meio ambiente um dos fatores chave de sua estratégia empresarial. Dentro de seu "Programa Estratégico de Eficiência Energética", a companhia se propôs como principais objetivos o impulsionamento das energias renováveis, a poupança nos consumos energéticos

gerados por sua atividade e o fomento de políticas meioambientais dentro da companhia e em todas as redes ferroviárias nas que opera e colabora. O funcionamento das instalações de CAF incorporam sistemas para aproveitar ao máximo os recursos naturais e as vantagens das energias renováveis, uma tecnologia limpa e ecológica. Junto do emprego de painéis solares para a geração de eletricidade, CAF aplica medidas para reduzir o uso de energia nas suas instalações, durante os processos de produção. Para uma ótima consecução de seus objetivos, se realizam sistemas de avaliação periódicos nos que se analisam os progressivos resultados da política de eficiência energética da companhia.